AD Ministério Madureira é declarada Patrimônio Histórico e Cultural de São Paulo

A Assembleia de Deus Ministério de Madureira tornou-se um Patrimônio Cultural, Histórico e Turístico do estado de São Paulo após aprovação de um projeto de lei na Assembleia Legislativa de autoria do deputado Cezinha de Madureira (PSD). O governador Márcio França (PSB) sancionou a proposta e publicou a decisão no Diário Oficial. A denominação, que tem na liderança o clã Ferreira, possui filiais em todo o estado e Brasil afora. A aprovação do projeto e sanção do governador foi comemorada nas redes sociais pelo bispo Samuel Ferreira, que comanda a AD Brás, uma das filiais do ministério em São Paulo. “Por iniciativa do deputado Cezinha de Madureira, agora o ministério de Madureira é patrimônio cultural do estado de São Paulo”, escreveu o bispo em sua página no Instagram. O site da Assembleia Legislativa de São Paulo mostra, no histórico de tramitação do projeto, que a discussão foi feita em regime de urgência. O texto foi discutido na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e recebeu parecer favorável do deputado André Soares (PSDC) (filho do missionário R. R. Soares). O mesmo aconteceu na Comissão de Educação e Cultura (CEC), com o deputado Gilmaci Santos (PRB), relator da proposta, indicando a aprovação do projeto, o que incluiu o texto na pauta de votação sem maiores questionamentos e, automaticamente, recebendo votos favoráveis em plenário.

Categoria:AD Ministério Madureira